Arquivo | CUIDADO COM A LINGUA! RSS feed for this section

CUIDADO COM A LÍNGUA!

2 fev

“O que guarda a boca e a língua guarda das angústias a sua alma” (Pv 21.23).

O assunto que vamos estudar agora, se reveste de grande importância. A pessoa que não consegue controlar sua própria língua, poderá levar tudo a perder. O apóstolo Tiago traz a seguinte e aportuna advertência: “Se alguém entre vós cuida ser religioso e não refreia a sua língua, antes, engana o seu coração, a religião desse é vã” (Tg 1.26).

TAMANHO NÃO É DOCUMENTO

Tiago chama a atenção para o fato de que não devemos substimar a importância desse membro do corpo. Importante, porém muito perigoso se não for controlado. A língua, pequeno e escondido membro; porém, capaz de contaminar todo o corpo, e de “incendiar um bosque. Ver Tiago 3.5-8.

Perigo, Cuidado!

Em (Tiago 3.8) a lingua é pintada como uma serpente estremamente mortífera. As ações do mentiroso, do difamador, do blasfemador excede à fúria das piores feras. Temos que seguir o exemplo do salmista Davi, pedindo o livramento dessas pessoas. (Salmos 140.3). O sofrimento por que passam as vítima dos linguarudos é uma tortura emocional, psicológica. A influência maléfica de um caluniador, quando fala mal, detrata, espalha boato, escandaliza, funciona como uma pancada na alma que pode matar. Jó sofreu isso, mas recebeu uma promessa: “Do açoite da língua estarás abrigado” (Jó 5.21).


Justificação ou condenação?

Você é convidado a fazer uma auto-análise e descobrir que palavras estão saindo de seus lábios. Lembre-se que suas palavra terão consequências, Jesus foi claro: “por tuas palavras serás justificado e por tuas palavras serás condenado” (Mt 12.37).

Progresso para a vida

Aos que quiserem ter largos e bons dias na vida, o apóstolo Pedro dá a receita: “Refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano” (I Pe 3.10).

O grupo reprovado

O escarnecedores: é quem emprega a língua para zombar, desprezar, cuidado com as piadinhas de mau gosto! O Salmo 1 diz que é feliz quem não se assenta na roda dessas pessoas.

O intrometido: Este tem o vício de falar muito, se mete na vida dos outros e se dá mal, a palavra de Deus diz: “Quem se mete na discussão dos outros é como quem agarra pelas orelhas um cachorro que vai passando” (Pv 26.17).

O difamador: Difamar é desacreditar publicamente o outro, tirando-lhe o crédito e a boa fama, esse tipo de pessoa separa os melhores amigos, falam do que não sabem, sob o pretexto de servi a uma boa causa. Ver (Judas v.8).

O mormurador: É o maldizente. Aquele que solta queixumes, sempre descontente. O hino da Harpa Cristâ sugere: “Em vez de murmurares, canta um hino de louvor a Deus”. No céu não entraram mumuradores.

Decida dizer não a tudo que pode trazer danos morais e espirituais a você e ao próximo. O fato de nós temos dois ouvidos, sugere que devemos falar menos e ouvir mais. Pense nisso! E se você está falando demais, ore a Deus para te libertar e ter dominio sobre seu corpo. (Gl 5.22).

FONTE: REVISTA DA ESCOLA DOMINICAL “JUVENIS, O ADOLESCENTE E O MUNDO”.

Anúncios